A Família

 

Jocemar Paza Tomasi, empresário do ramo farmacêutico, nascido em 22/08/1977, em Brusque SC, Adriana Tormena Tomasi, professora formada em Letras, nascida em Brusque SC, Júlia Paza Tomasi (três anos e nove meses) e Miguel Paza Tomasi (um ano e nove meses) “Família Pelo Mundo”, saímos da pequena e bonita cidade de Brusque, Santa Catarina, Brasil, para fazer uma volta ao mundo de carro!

Loucos? Será? Tire suas próprias conclusões.

Vamos fazer um breve resumo de nossa história…

Casamos no ano de 1999, e desde este dia colocamos o pé na estrada. Fomos para Curitiba de ônibus pinga-pinga, pegamos o trem para Paranaguá e depois um ônibus para São Paulo na casa do tio Jacó (in memoriam) e após esta Lua de Mel mochileira continuamos fazendo pequenas viagens pelo Sul do Brasil, até com uma pequena moto de 125 cc.

Batalhamos muito para agilizar um pouco a vida. Ficamos nove anos sem ter filhos e quando completamos dez anos de casados, resolvemos mudar nossa rotina, explorar horizontes, conhecer o desconhecido! Começamos com uma pequena viagem no maravilhoso Nordeste brasileiro (Bahia, Pernambuco, Ceará, dando uma paradinha na encantadora Brasília, viagem que a Júlia aprendeu a andar), depois, compramos um carrinho pequeno e rodamos São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, entre outros, e fomos evoluindo. Quando Júlia estava com quase dois anos e Adriana estava grávida do Miguel com sete meses, fomos pela primeira vez ao exterior, compramos um carro maior (um Doblò). Era muito engraçado, adaptamos uma cama, onde dormíamos todos juntos. Fizemos uma caixa de madeira para colocar comida, que também servia de banco para nossas refeições na beira do caminho, fogão, mamadeiras e carrinho de neném. Muita bugiganga armada sempre ao ar livre… Detalhe desta viagem: esquecemos de levar a mesa…

Tudo foi muito divertido nesta expedição de 7.000 quilômetros, passando pelo Uruguai, Argentina e Chile.

Passados sete meses, sentimos aquela vontade de viajar novamente, partimos na segunda expedição, num total de 13.000 quilômetros, passando pelo Norte da Argentina, Chile, cruzando o deserto do Atacama, até o Salar de Uyuni na Bolívia, passamos também na Estrada dos Yungas (conhecida como Estrada da Morte) contornando o lago Titicaca até Machu Picchu, chegando ao Pacífico em Nazca – Peru, e voltando pela lindíssima Interoceânica, entrando em nossa pátria amada Brasil, pelo estado do Acre.

Chegando em casa, poucos meses depois, surgiria o nosso grande projeto, a Volta ao Mundo de carro.